Campanha da Fraternidade 2017

Campanha da Fraternidade 2017

Pero Vaz de Caminha chegou à costa do território brasileiro e maravilhou-se com o que viu. Escreveu ao rei de Portugal: “Em tal maneira graciosa que, querendo-a aproveitar, dar-se-á nela tudo; por causa das águas que tem!”. Alguns anos mais tarde, começa a ocupação e exploração. Para realizar esse trabalho, começa a exploração e escravização.

Com o avançar da história, começa o avanço para o interior. Aventureiros, bandeirantes e outros conquistadores interiorizaram o Brasil. Percebeu-se a imensa variedade de formas de vida, florestas, animais e povos.

Em tempos mais recentes são delimitados e descritos os chamados biomas brasileiros.

Bioma: “um conjunto de vida constituído pelo agrupamento de tipos de vegetação contíguos e identificáveis em escala regional, com condições geoclimáticas similares e história compartilhada de mudanças, o que resulta em uma diversidade biológica própria”

Hoje, seria interessante nos perguntar: O que restou?

Precisamos nos perguntar qual destino estamos dando a tantas riquezas e qual Brasil queremos deixar para as gerações futuras.

Somos mais de 200 milhões de brasileiros, 80% em cidades. O impacto disso sobre o meio ambiente põe em risco as riquezas naturais. O avanço das tecnologias distancia as pessoas dos problemas socioambientais.

Pertencemos a uma mesma casa comum, dividindo esse planeta com sete bilhões de pessoas e bilhões e bilhões de seres vivos. A tensão entre a economia e a ecologia é o maior desafio para a humanidade.

A proposta ecológica do Papa é integral, entrelaçando todas as dimensões do ser humano com a natureza. Ele nos coloca diante dos desafios colossais enfrentados pela humanidade, que está em uma verdadeira encruzilhada, em uma mudança de época.

A Igreja tem sido uma voz profética e chamado a atenção para os desafios e problemas ecológicos, apontado suas causas e apontado caminhos para sua superação. Muitas iniciativas a aproximaram do nosso povo para defender seus direitos e promover a convivência harmônica com o meio ambiente em todo o Brasil.

Na Campanha da Fraternidade de 2017 vamos abordar cada um de nossos biomas. À luz da fé, nos interrogaremos sobre o significado dos desafios levantados. Abordaremos as principais iniciativas já existentes e apontaremos propostas em respeito à criação que Deus nos deu para “cultivá-la e guardá-la”.

 

Objetivos

Objetivo geral

Cuidar da criação, de modo especial dos biomas brasileiros, dons de Deus, e promover relações fraternas com a vida e a cultura dos povos, à luz do Evangelho.

Objetivos específicos

Aprofundar o conhecimento de cada bioma, de suas belezas, de seus significados e importância para a vida no planeta, particularmente para o povo brasileiro.

Conhecer melhor e nos comprometer com as populações originárias, reconhecer seus direitos, sua pertença ao povo brasileiro, respeitando sua história, suas culturas, seus territórios e seu modo específico de viver.

Reforçar o compromisso com a biodiversidade, os solos, as águas, nossas paisagens e o clima variado e rico que abrange o chamado território brasileiro.

Compreender o impacto das grandes concentrações populacionais sobre o bioma em que se insere.

Manter a articulação com outras igrejas, organizações da sociedade civil, centros de pesquisa e todas as pessoas de boa vontade que querem a preservação das riquezas naturais e o bem-estar do povo brasileiro.

Comprometer as autoridades públicas para assumir a responsabilidade sobre o meio ambiente e a defesa desses povos.

Contribuir para a construção de um novo paradigma econômico ecológico que atenda às necessidades de todas as pessoas e famílias, respeitando a natureza.

Compreender o desafio da conversão ecológica a que nos chama o Papa Francisco na carta encíclica Laudato Si’ e sua relação com o espírito quaresmal.

Oração oficial da CF 2017

Deus, nosso Pai e Senhor,
nós vos louvamos e bendizemos,
por vossa infinita bondade.

Criastes o universo com sabedoria
e o entregastes em nossas frágeis mãos
para que dele cuidemos com carinho e amor.

Ajudai-nos a ser responsáveis e zelosos pela Casa Comum.
Cresça, em nosso imenso Brasil,
o desejo e o empenho de cuidar mais e mais da vida das pessoas,
e da beleza e riqueza da criação,
alimentando o sonho do novo céu e da nova terra
que prometestes.
Amém

FONTE: http://campanhas.cnbb.org.br/cf2017

Deixe seu Comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados*