Dehonianos
Artigos
15.Set - Maria: A obra de arte de Deus
Aumentar Fonte +
Diminuir Fonte -
Maria: A obra de arte de Deus



Neste tempo especial, celebrando o ano mariano, a reflexão sobre Maria, Mãe de Deus e nossa, parece não se esgotar. Refletir sobre Maria se assemelha a um apreciador de artes que, ao revisitar obras muito significativas, sempre encontra detalhes novos nas mesmas obras. Há sempre uma novidade ao falar da Mãe de Deus.


Quando é encontrada uma obra de arte de grande valor, quem na realidade recebe o maior mérito é o artista. Basta ter na memória, por exemplo, a escultura de Michelangelo, chamada “Davi”, considerada uma das obras artísticas mais importantes de sua época, e da atualidade. Neste sentido, quando refletimos sobre Maria, temos como ponto último da reflexão a grandeza de Deus, o qual se utilizou da resposta de Maria para pintar o quadro da salvação da humanidade.


Ao analisarmos a obra de arte que Deus realizou na vida de Maria, concedendo-a a graça de ser a Mãe de Jesus, devemos fazer com que esse “quadro” nos leve ao próprio Deus. Todas as honras prestadas à Maria devem ser como um espelho que evidencia o próprio Deus. Portanto, a honra mais adequada a ser concedida a Maria consiste em retomar o que foi o eixo de sua vida: despojar-se para se conformar ao Filho, ou ainda, permitir que Deus se utilizasse da tela de sua vida para imprimir os traços de seu Filho. Pois Cristo é o verdadeiro ícone de Deus, isto é, a verdadeira “imagem do Deus invisível” (Cl 1,15).


Como é apresentado nas Constituições SCJ, “Maria, Mãe de Jesus, está intimamente associada à vida e à obra redentora de seu Filho” (Const. 85-a). Foi por meio dela que Deus permitiu a encarnação de Jesus. Maria se fez presente desde o primeiro sinal de Jesus, nas bodas de Caná, até na hora de Jesus na cruz. Ela também estava presente na Igreja Primitiva, quando esta recebeu o dom do Espírito Santo em Pentecostes. Além disso, Maria, que em todas as situações soube guardar tudo em seu coração, é considerada modelo para nossa vida de seguimento a Cristo.


Em todas as situações, o Ecce Ancilla (Eis a serva) foi a sua regra de vida. Maria fez que as marcas da misericórdia transparecessem em sua vida, fazendo que ela tivesse uma atitude de despojamento para consigo mesma, para que fosse feita a vontade de Deus. Que todos nós, possamos apreciar esta bela obra de arte que Deus realizou na vida de Maria, que possamos perceber os traços da misericórdia neste quadro impresso, e que acima de tudo, possamos imitar Maria na docilidade de Espírito, com o coração disponível para fazer a vontade de Deus.


 


Maria Mãe de Deus,


Rogai por Nós!


 


Fr. Fagner Ramon Pacheco Haas, scj


 


Indique a um amigo
 

Copyright © 2019 Dehonianos. Todos os direitos reservados.