Frases do Padre Dehon

O povo será amigo do padre e da Igreja quando o padre se tornar amigo do povo.

Façamos tudo com boa vontade e alegria. Deus não gosta de servidores carrancudos.

A nossa vida será árida se Deus não a regar com a Sua Graça.

A adoração reparadora é a nossa audiência real de cada dia; é a nossa vocação.

Sem o Trabalho as coisas úteis e agradáveis ou não existiriam ou não serviriam.

O conhecimento da nossa debilidade conduz-nos à confiança em Deus.

Falar com eloquência é muito bonito, mas agir com prática é muito melhor.

Todos os acontecimentos da vida nos levam a Deus.

Precisamos de acarinhar os jovens tanto pelo perigo que correm como pelo bem que nos trazem.

A pesca milagrosa não se faz na sacristia mas no alto mar.

A cada pecado a sua misericórdia.

Façamo-nos santos e façamos santos.

O luxo foi outrora o cancro dos ricos; hoje é a lepra dos pobres. Possuir e gozar tornaram-se os fins da vida.

A união com Deus é o mais poderoso remédio para todos os defeitos.

Numa alma a educação ou a cultura moral corrigem muitos defeitos.

O carácter é a fisionomia da alma.

Não há amor sem dor.

Deus não sabe o que fazer com o nosso saber e com as nossas obras se nelas não estiver o nosso coração.

Não basta fazer bem aquilo que fazemos, é preciso fazê-lo com amor.

O amor de Deus torna grande o coração do homem.

Fazei da vossa vida uma questão de amor e não uma questão de interesse.

Só com amor se reparam as feridas do coração.

O orgulho gera muitos defeitos.

A eucaristia e a cruz são os mananciais dos quais o Sagrado Coração se expande em ondas de amor, de graça, de misericórdia.

O Ideal da minha vida é conquistar o mundo para Jesus Cristo instaurar o Reino do Sagrado Coração.

A obediência oferece a Deus aquilo que o homem tem de mais precioso e apreciado: a sua vontade.

Para elevar-se é preciso desprender-se da terra.

Servir a Deus é reinar.

Ser santo é viver pacificamente e corajosamente sob o olhar de Deus.

A Cruz é tão necessária que Jesus tem feito dela a medida da nossa glória.

O padre e o leigo são o sal da sociedade e a luz da vida social.

A humildade é o fundamento de todas as virtudes.

A paciência e a imolação são mais fecundas do que a oração e ação.

Levar Cristo ao coração do mundo; Trazer o mundo ao coração de Cristo.

Deus sempre é bom, mesmo quando prova tem desígnios de misericórdia.

Nosso Senhor olha por todas as necessidades, no tempo oportuno, se nos abandonar-mos a Ele.

O Coração de Jesus resume toda a minha vida: Por Ele vivi, por Ele morro.

Sem o espírito de amor e imolação as mais espectaculares e grandiosas obras perdem a sua razão de ser.

O meu único ideal é Cristo.

É preciso que nos façamos santos. Deus o quer. Já estamos atrasados. Mãos à obra!

Um homem que queira mudar a sociedade não pode ter idéias tímidas.

O estudo, a ação e a oração: O sacerdote deve ser um doutor, um apóstolo e um santo.

As obras exteriores são agradáveis a Nosso Senhor mas muitas vezes estes meios confundem-se com o fim.

Vivamos com toda a religião para com Deus, toda a santidade para conosco, toda a justiça para com o próximo, toda a sobriedade para com as coisas.

A fé verdadeira é a única que nos liberta de todas as tiranias e a que promove todo o progresso.

O silêncio é um dos meios mais fecundos da perfeição.

O tempo é um tesouro que não nos pertence.

Todo o amor verdadeiro tem por fim tornar feliz a pessoa que se ama.

Façamos as coisas mais comuns de uma maneira não comum.

Deus brindou a juventude com os elementos que servem para as grandes empresas: entusiasmo, força e generosidade.

O jovem é a mais bela criatura de Deus, é a esperança do provir.

No prazer a juventude passa mais depressa.

As obras em que a juventude não participa estão golpeadas de esterilidade.

A vida do jovens dependerá mais daquilo que serão pelo coração e pelo carácter, do que pelo conhecimento acumulado na mente.

Não podemos estar sempre em oração perto de Jesus. Saibamos também servi-lo na pessoa dos seus irmãos.

A educação não se faz com negações.

Onde não há ordem não há virtude.

Deus é amor. Fazendo-se homem concentra todo o seu amor num coração humano.

Para tempos novos, obras novas.