Dehonianos
Artigos
03.Jun - Vinde, Espírito Santo
Aumentar Fonte +
Diminuir Fonte -
Vinde, Espírito Santo

Em cada Missa dominical, e no início da oração do Terço, fazemos uma solene profissão de fé: Creio no Espírito Santo. O que significa essa afirmação para nós? Que consequências ela tem em nossa vida?


Jesus nos dá o Espírito Santo (“Soprou sobre eles e disse: Recebei o Espírito Santo”). Jesus fala o que o Espírito Santo fará em nós (“Recebereis uma força”) e na Igreja (“Ele vos recordará tudo!”). Mas Jesus não nos diz como é o Espírito Santo.


O Espírito Santo nos dá a conhecer Jesus, mas Ele próprio nada diz de si mesmo. É na Igreja que conhecemos o Espírito Santo.


Nós o conhecemos pela Palavra (Bíblia) que Ele inspirou e que ilumina nossas vidas. Ele age nessa Palavra, por ela nos leva à conversão e nos santifica.


Conhecemos também a ação do Espírito Santo através da Tradição, que é a ação do Espírito Santo na História da Igreja. Não somos uma Igreja que toma decisões por maioria. Somos a Igreja que procura escutar o que o Espírito Santo quer nos dizer.


Ele é conhecido também através do Magistério da Igreja, que Ele assiste. “Quem vos ouve, a mim ouve”. Quanto o Espírito Santo nos ensina pelos Concílios Ecumênicos e pelos Papas!


Na Liturgia sacramental, o Espírito Santo nos coloca em comunhão com Cristo. Quando celebramos, Cristo celebra conosco e preside a celebração. Na força do Espírito Santo, Cristo apresenta ao Pai nossos pedidos e louvores.


Na oração, o Espírito Santo intercede por nós com gemidos inefáveis. Já através dos carismas, que nos são dados em vista do bem comum, e nos ministérios, Ele edifica a Igreja.


O Espírito Santo age na vida apostólica e missionária: ele nos envia pelo mundo como  discípulos e missionários de Jesus Cristo para anunciarmos as maravilhas de Deus.


No testemunho dos santos, o Espirito Santo manifesta sua santidade e continua a obra da salvação. São José de Anchieta, Santa Paulina do Coração Agonizante de Jesus ou Santa Dulce dos Pobres são resultado da ação do Espírito Santo em seus corações.


Em Maria temos a maior obra do Espírito Santo. Vemos isso na encarnação: “O Espírito Santo virá sobre ti...” A Mãe de Jesus nos mostra o que pode realizar o Espírito Santo num coração que o acolhe e se deixa conduzir por Ele. Com os Apóstolos, no Cenáculo de Jerusalém, ela pediu a manifestação do alto, para que os apóstolos cumprissem a missão deixada por Jesus. Hoje, a Mãe de Jesus continua fazendo o mesmo.


Por tudo isso, cabe-nos pedir continuamente: “Vinde, Espírito Santo!”. Sim, “Vinde, Espírito Santo, vinde por Maria!”


Dom Murilo Sebastião Ramos Krieger, SCJ

Dom Murilo Sebastião Ramos Krieger, SCJ

Dom Murilo S. R. Krieger, scj, nasceu em Brusque, SC, em 1943.
Em 1963 ingressou na Congregação dos Padres do Sagrado Coração de Jesus.
Ordenado sacerdote em 1969 e escolhido para o episcopado em 1985,
foi bispo auxiliar de Florianópolis (1985-1991), bispo de Ponta Grossa (1991-1997) ,
Arcebispo de Maringá (1997-2002), Arcebispo de Florianópolis (2002-2011)
e atualmente é arcebispo emérito de São Salvador da Bahia.

Indique a um amigo
 

Copyright © 2022 Dehonianos. Todos os direitos reservados.