Dehonianos
Notícias da Igreja
 
Brasileiro vence Festival de Sanremo da Música Cristã
Aumentar Fonte +
Diminuir Fonte -
Brasileiro vence Festival de Sanremo da Música Cristã

Vatican News


Provavelmente você já ouviu falar do Festival de Sanremo – a competição musical mais importante da Itália. Aliás, um brasileiro venceu em 1968: Roberto Carlos conquistou a primeira colocação com “Canzone per te”. A 72ª edição se concluiu esta madrugada com a vitória de Mahmood & Blanco, com a faixa “Brividi”.


Mas este ano teve uma novidade. Em concomitância com o Festival de Sanremo, se realizou a primeira edição da Música Cristã. O vencedor? Um religioso brasileiro, Ir. Vinícius Sotocorno, com “Vale a pena”, que fala da história de sua vocação.


Natural de Presidente Prudente (SP), “Fra” Vinicius, como é chamado, tem 26 anos. É membro da Congregação da Copiosa Redenção e reside na comunidade de Santa Águeda de Caltanissetta, na Sicília, desde 2018, onde realiza seus estudos teológicos.


Para ele, a música é um meio para um encontro verdadeiro com Deus, um amplificador da mensagem cristã.


“Canto a minha fé e também a experiência das pessoas que encontro no meu caminho”.



Festival


"Vale la pena" (Vale a pena) é a canção com a qual o religioso brasileiro Irmão Vinicius venceu o Primeiro Festival de Música Cristã realizado durante três dias em San Remo. A concomitância com o 72º Festival Italiano da Canção, apresentado no Teatro Ariston na cidade da Ligúria, completou a oferta musical do centro que historicamente acolhe o festival da canção. Durante três dias, 23 artistas de música religiosa subiram ao palco no auditório da Villa Santa Clotilde, pertencente à Ópera Don Orione, interpretando textos religiosos numa grande variedade de estilos: do pop ao rock, rap, música coral e ópera. Uma proposta abrangente que despertou a curiosidade e o interesse de muitos. A Rádio Vaticano transmitiu ao vivo os três dias, dando a conhecer ao público os concorrentes, as suas histórias, as suas paixões e a sua viagem de fé, por vezes plena e intensa, por vezes difícil, mas sempre resolvidas na oração de ação de graças ao Senhor, uma oração do coração expressa em música. Quase 20 horas de transmissão ao vivo, incluindo previews e reportagens sobre as várias plataformas da emissora da Santa Sé, que registou um pico considerável na audiência. O evento foi apresentado pelo diretor artístico, Fabrizio Venturi, e por Valentina Spampinato.


 


Os vencedores


No final do terceiro dia, o júri, presidido pelo diretor artístico Gianni Testa, atribuiu os seguintes prêmios:


Primeiro lugar - Irmão Vinicius, com a canção "Vale la pena".


Segundo lugar - o raper Shoek, que cantou "Nuova razza".


Terceiro lugar - Stella Sorrentino com "Lui è l'Amore"


Melhor intérprete - Ikaktus com a canção "Come se piovesse cielo"


Melhor Composição - Gionathan intérprete de "Tu mi hai amato per primo".


Melhor Letra - Dajana - Sinni com a canção "Padre nostro".


Prêmio Imprensa - Shoek que cantou o rap "Nuova razza"


Prêmio AFI, melhor produção discográfica - Irmão Vinicius


Prémio MEI, Meeting das Etiquetas Independentes - Shoek


Prêmio Alberto Testa - Gionathan


Prêmio San Giovanni Paolo II - Cantàmmo a Gesù que interpretou "Tu sei l'eternità"


Prêmio Roberto Bignoli - Letizia Centorbi com a canção "Tu sei tutto per me"


Prêmio Produção discográfica - Irmão Vinicius


Fonte: Vatican News

Indique a um amigo
 

Copyright © 2022 Dehonianos. Todos os direitos reservados.