Dehonianos
Notícias da Igreja
 
Cinco boas razões para rezar o terço da Divina Misericórdia
Aumentar Fonte +
Diminuir Fonte -
Cinco boas razões para rezar o terço da Divina Misericórdia

O artigo foi escrito por Alejandra María Sosa Elízaga e apresenta as seguintes razões:


 


1. Jesus pede


Jesus apareceu a santa Faustina Kowalska, religiosa polonesa (1905-1938) e lhe pediu para divulgar a misericórdia divina através de três meios:


a) A imagem com a inscrição “Jesus, eu confio em Vós”.


 


Jesus disse: “Prometo que a alma que venerar esta Imagem não perecerá” (Diário de Santa Faustina, 48).


 


b) A festa da Divina Misericórdia, o segunda domingo da Páscoa (neste ano, 7 de abril).


Jesus disse: “Desejo que a Festa da Misericórdia seja refúgio e abrigo para todas as almas, especialmente para os pecadores (...). A alma que se confessar e comungar alcançará o perdão das culpas e das penas” (Diário, 699).


 


c) A oração que ele ditou: “O Terço da Divina Misericórdia”.


 


2. São obtidas graças extraordinárias


Jesus disse: “Oh, que grandes graças concederei às almas que recitarem esse Terço; as entranhas de Minha misericórdia se enternecem por quem reza este Terço” (Diário, 848).


 


Afirmou: “Ainda que o pecador seja o mais endurecido, se recitar este Terço uma só vez, alcançará a graça da Minha infinita misericórdia... desejo conceder graças inimagináveis às almas que confiam em Minha misericórdia” (Diário, 687).


 


Prometeu: “Defendo toda alma que recitar esse terço na hora da morte, como se fosse a Minha própria glória, ou quando outros o recitarem junto a um agonizante, eles conseguem a mesma indulgência” (Diário, 811).


 


3. O papa Francisco recomenda


No segundo domingo da Quaresma de 2016, o papa Francisco mandou distribuir entre os fiéis na Praça de São Pedro “caixinhas de Misericórdia”, “remédio para o mundo de hoje”, que continham a imagem do Senhor da Divina Misericórdia, a explicação do terço da Divina Misericórdia e um terço para rezar.


Em sua bula Misericordiae Vultus, o papa chama santa Faustina de “grande apóstola da Misericórdia” e pede sua intercessão.


 


4. É muito fácil de rezar


Jesus ensinou assim a santa Faustina: Reza-se “por meio do Terço do Rosário da seguinte maneira: Primeiro dirás o ‘Pai Nosso’, a ‘Ave Maria’ e o ‘Credo’. Depois, nas contas de ‘Pai Nosso’, dirás as seguintes palavras: ‘Eterno Pai, eu Vos ofereço o Corpo e Sangue, Alma e Divindade de Vosso diletíssimo Filho, Nosso Senhor Jesus Cristo, em expiação dos nossos pecados e do mundo inteiro’. Nas contas de ‘Ave Maria’ rezarás as seguintes palavras: ‘Pela Sua dolorosa Paixão, tende misericórdia de nós e do mundo inteiro’. No fim, rezarás três vezes estas palavras: ‘Deus Santo, Deus Forte, Deus Imortal, tende piedade de nós e do mundo inteiro’” (Diário, 476).


 


5. Só demora cinco minutos


Em um retiro com um grupo de seminaristas, Sosa Elízaga convidou para rezar em grupo o Terço às 15h, dizendo: “Só demora cinco minutos”. Ao terminar, um deles comentou: “Verifiquei com meu relógio e, efetivamente, são cinco minutos”.


 


Fonte: acidigital


Fotógrafo: Reprodução: ACI Prensa

Fonte: ACI Digital

Indique a um amigo
 

Copyright © 2024 Dehonianos. Todos os direitos reservados.