Dehonianos
Notícias da Igreja
 
Com ajuda do Papa, brasileiros resgatados de Gaza chegam ao Brasil
Aumentar Fonte +
Diminuir Fonte -
Com ajuda do Papa, brasileiros resgatados de Gaza chegam ao Brasil

23h24 da última segunda-feira (13) foi o horário que o avião da Força Aérea Brasileira pousou em Brasília com brasileiros e palestinos que estavam na Faixa de Gaza durante a guerra entre Israel e Hamas.


 


Os apelos do Papa pela situação vivida há mais de um mês entre israelenses e palestinos são constantes.


 


Desde o dia 07 de outubro, quando teve início o conflito, em todas as Audiências Gerais, durante a oração mariana do Angelus aos domingos e na maior parte de seus discursos, Francisco pede repetidamente pela paz e para que cessem os conflitos.


 


Durante o Angelus do último domingo (12), não foi diferente. O Pontífice afirmou que diariamente seus "pensamentos se voltam para a situação gravíssima em Israel e na Palestina", reforçando a urgência de um cessar-fogo:


 


"Que cessem as armas, que nunca trarão a paz, e que o conflito não se alargue! Chega! Chega, irmãos, Chega! Em Gaza, que os feridos sejam imediatamente socorridos, que os civis sejam protegidos, que cheguem mais ajudas humanitárias àquela população exausta”, pediu o Pontífice.


 


Já em solo brasileiro, os resgatados ficarão hospedados por dois dias no hotel da FAB, com alimentação, cuidados médicos e psicológicos e acesso a serviços de regularização da documentação.


 


Após esse período, parte dos brasileiros que têm família no país seguirão para os seus destinos. O outro grupo será levado, em avião da FAB, para Guarulhos (SP) e encaminhado para um abrigo no interior de São Paulo.


 


Das 32 pessoas, 24 vão para São Paulo, 12 ficam no abrigo no interior do estado paulista, uma vai para Novo Hamburgo (RS), duas para Florianópolis (SC), uma para Cuiabá (MT) e quatro ficam em Brasília.


 


Rachel Goldberg-Polin, considerada a porta-voz das famílias dos reféns ao Papa, é a mãe do jovem israelense Hersh, um dos rapazes feridos e sequestrados pelo Hamas durante o primeiro ataque no dia 7 de outubro.


 


Em um vídeo, ela agradece ao Santo Padre por sua atenção e preocupação com os "240 seres humanos enterrados vivos em Gaza".


 


"Eles são todos de religiões diferentes: muçulmanos, judeus, cristãos, hinduístas, budistas. E eles são seres humanos. São filhos de Deus", diz Rachel no vídeo.


 


Rachel Goldberg-Polin diz apreciar a tentativa do Papa de trazer todos eles para casa, expressando seu amor e respeito pelo Pontífice.


 


Fonte: Vatican News


Indique a um amigo
 

Copyright © 2023 Dehonianos. Todos os direitos reservados.