Dehonianos
Notícias da Igreja
 
Como respondo a Nossa Senhora que bate à porta? Com coragem, diz o Papa
Aumentar Fonte +
Diminuir Fonte -
Como respondo a Nossa Senhora que bate à porta? Com coragem, diz o Papa

"Um evento de graça", definiu Pe. Benito Giorgetta ao apresentar a peregrinação da imagem de Nossa Senhora de Fátima que chega no próximo sábado (27) a Termoli, cidade litorânea adriática da província italiana de Campobasso, região de Molise. Em preparação a essa "importante visita", como o próprio Papa antecipou, foi divulgada ontem na quarta-feira (24) uma mensagem em vídeo de Francisco à comunidade da Paróquia de São Timóteo. 


 


"Nossa Senhora nos visita. E Nossa Senhora entra: entra na diocese, entra na paróquia, entra nas suas casas, entra nas suas famílias... Mas é muito educada a Nossa Senhora, não entra de repente, não. 'Pum-pum', bate à porta. Cada um de vocês deve responder: ela bate à porta do seu coração, da sua consciência, da sua casa, da sua família... Você pode dizer: 'entra, entra, entra'. Ou você pode dizer: “mas hoje não posso, volta amanhã”, e pode dizer o mesmo amanhã. E por isso, cuidado, esse 'hoje não, amanhã sim', e 'amanhã sim', 'depois de amanhã não'... e assim, não?"


 


A peregrinação de 27 de abril a 5 de maio em Termoli


O Papa Francisco insistiu sobre o cuidado ao responder a Nossa Senhora quando ela bate à porta da nossa casa. Neste final de semana, lembrou o Pontífice, ela estará chegando de helicóptero. Segundo a programação oficial, será recebida com a saudação dos tradicionais lenços brancos, o badalar dos sinos por toda a cidade, além do som das sirenes dos barcos de pesca do porto. Após a cerimônia de boas vindas, haverá a liturgia da coroação e a procissão em direção à Igreja de São Timóteo, acompanhada da banda música dos policiais. Em seguida, a programação prevê a entronização do simulacro e a lâmpada mariana será acesa, para iniciar a celebração eucarística presidida pelo bispo diocesano Gianfranco De Luca.


 


Assim, "Nossa Senhora está conosco", disse o Papa, e, com a sua presença, irá bater à porta das famílias, dos lares e dos nossos corações. Serão quase 10 dias de peregrinação do simulacro em Termoli e Francisco questiona no vídeo como iremos responder quando ela bater à porta: com "coragem", enfatizou o Pontífice, porque "Deus perdoa tudo":


 


“Quando ela bate à porta do seu coração, é: 'entra, Mãe, a senhora conhece melhor do que eu as coisas que fiz, os problemas que tenho...'. Abrir a porta para Nossa Senhora.”


 


 


 


 


 


Fonte: Vatican News.


Fotógrafo: Reprodução Vatican News.


Indique a um amigo
 

Copyright © 2024 Dehonianos. Todos os direitos reservados.