Dehonianos
Notícias da Igreja
 
Costa do Marfim: inculturação e evangelização, prioridades para os futuros sacerdotes
Aumentar Fonte +
Diminuir Fonte -
Costa do Marfim: inculturação e evangelização, prioridades para os futuros sacerdotes

Vatican News


"Conhecer a própria cultura, estar radicado nela permite ao sacerdote ter uma linguagem adequada para o anúncio do Evangelho, o mais próximo possível da realidade cotidiana dos fiéis a quem se dirige."


Foi o que disse o diretor das Pontifícias Obras Missionárias na Costa do Marfim, padre Jean-Noel Gossou, dirigindo-se aos seminaristas do Seminário Maior de São Paulo de Abdjin Kouté, na Diocese de Yopougon.


 


Fé e inculturação


O tema "Fé e inculturação" esteve no centro da semana sociocultural deste Seminário, ativo desde 1993, durante a qual os seminaristas participaram de uma série de encontros, incluindo o Simpósio animado pelas Pontifícias Obras Missionárias da Costa do Marfim, intitulada "O sacerdote e a cultura".


O Simpósio, que faz parte do processo de conscientização das origens, carisma e missão das Pontifícias Obras Missionárias, foi uma oportunidade para aprofundar a importância de viver a missão de ser sacerdote no seio do povo onde se é chamado a ser pastor.


 


Saber estar radicado no povo e viver sua história e cultura





"O sacerdote deve saber estar radicado no povo para onde é enviado e viver plenamente sua história e cultura. O desafio para os futuros sacerdotes é ter uma consciência cultural que lhes permita viver plenamente sua vida sacerdotal no ambiente para o qual foram chamados", explicou padre Gossou.


O conhecimento da língua é o primeiro dos elementos em que se deve concentrar para compreender plenamente a cultura de um povo, enfatizou o diretor das Pontifícias Obras Missionárias no país do oeste da África.


"A língua nos permite entrar em relação com nossos irmãos e irmãs e dominar todas as dinâmicas e intercâmbios que são a base de uma inculturação fecunda, assim como uma compreensão plena da realidade sociocultural onde somos chamados a trazer a luz do Evangelho", concluiu padre Gossou.


(com Fides)


Fonte: Vatican News

Indique a um amigo
 

Copyright © 2022 Dehonianos. Todos os direitos reservados.