Dehonianos
Notícias da Igreja
 
Igreja ganha oito novos beatos e três veneráveis
Aumentar Fonte +
Diminuir Fonte -
Igreja ganha oito novos beatos e três veneráveis

Desde 1969, o Dicastério para a Causa dos Santos (antiga Congregação para as Causas dos Santos) é responsável pelo exame minucioso da vida dos candidatos aos altares do Senhor: procurar as características do Evangelho em suas características, para todo poder cristão vê-los como testemunhas consideráveis.


 


“O teste da santidade da Igreja é precisamente a vida cotidiana feita de pequenos gestos. A santidade da 'porta ao lado' é aquela que vive todos os dias dos cristãos que, em todas as partes do mundo, testemunham o amor de Jesus com o risco de suas próprias vidas, sem nunca levar em conta seus próprios interesses particulares”, disse o Cardeal Marcello Semeraro, Prefeito do Dicastério.


 


Nesta quinta-feira (14), durante a Audiência concedida ao Cardeal, o Papa Francisco autorizou ao mesmo Dicastério a publicação dos seguintes Decretos relativa às virtudes heróicas de oito beatos e três novos Veneráveis.


 


São mulheres e homens de diversas nacionalidades, que após a investigação (coleta de testemunhos e de documentos, criação de um tribunal com especialistas em teologia e história) são reconhecidos pelas virtudes cristãs vividas (fé, esperança e caridade; cardeais: prudência, justiça, fortaleza e temperança; outros: pobreza, castidade, obediência, humildade, etc.) ou mesmo tenham ou tenham sofrido um martírio autêntico, ou tenham oferecido a própria vida conforme os requisitos previstos pelo Dicas.


 


Novos Beatos


- Moisés Lira Serafín, sacerdote dos Missionários do Espírito Santo, fundador da Congregação das Missionárias da Caridade de Maria Imaculada, nascido em Zacatlán (México) em 16 de setembro de 1893 e falecido na Cidade do México (México) em 25 de junho de 1950;


 


- Anna de Jesus (nascida Anna de Lobera y Torres), monja professa da Ordem das Carmelitas Descalças; nasceu em Medina del Campo (Espanha) em 25 de novembro de 1545 e faleceu em Bruxelas (Bélgica) em 4 de março de 1621;


 


- Giuseppe Rossi, sacerdote diocesano. Nascido em 3 de novembro de 1912 em Varallo Pombia (Itália) e morto por ódio à fé em 26 de fevereiro de 1945 perto de Castiglione Ossola (Itália);


 


- Luigi Carrara e Giovanni Didonè, sacerdotes professos da Pia Sociedade de São Francisco Xavier para as Missões Estrangeiras, Vittorio Faccin, religioso professo da mesma Pia Sociedade, e Albert Joubert, sacerdote diocesano; mortos por ódio à fé em 28 de novembro de 1964 em Baraka e Fizi (República Democrática do Congo);


 


- Ján Havlík, seminarista da Sociedade dos Missionários de São Vicente de Paulo; nascido em 12 de fevereiro de 1928 em Vlčkovany (Eslováquia) e morto em ódio de fé em 27 de dezembro de 1965 em Skalica (Eslováquia);


 


Três novos veneráveis


- Alberto Beretta, sacerdote professo da Ordem dos Frades Menores Capuchinhos; nascido em 28 de agosto de 1916 em Milão (Itália) foi falecido em 10 de agosto de 2001 em Bérgamo (Itália);


 


- Ernesto Guglielmo Cofiño Ubico, fiel leigo e pai de família; nascido em 5 de junho de 1899 em Ciudad de Guatemala (Guatemala) e falecido em 17 de outubro de 1991;


 


- Francesca Lancellotti, fiel leiga e mãe de família; nasceu em 7 de julho de 1917 em Oppido Lucano (Itália) e falecida em 4 de setembro de 2008 em Roma (Itália).


 


Fonte: Notícias do Vaticano


Indique a um amigo
 

Copyright © 2024 Dehonianos. Todos os direitos reservados.