Dehonianos
Notícias da Igreja
 
Jovens dos Focolares se preparam para a JMJ
Aumentar Fonte +
Diminuir Fonte -
Jovens dos Focolares se preparam para a JMJ

Bruna Briti  e Felipe Riela


A Jornada Mundial da Juventude (JMJ) será realizada na cidade de Lisboa, em Portugal, nos próximos dias 1º a 6 de agosto, com a presença do Papa Francisco. O Festival reúne jovens do mundo inteiro e tem programação intensa que inclui Música, Cinema, Exposições, Teatro, Dança, Conferências, Atividades Esportivas, Eventos Religiosos e Museus. Vários jovens que vão estar no ‘Genfest 2024’, que será no Brasil pela 1ª vez, em Aparecida/SP, de 19 a 21 de julho do ano que vem, também se mobilizaram para participar da JMJ, que é considerada uma peregrinação, uma festa da juventude, uma expressão da igreja universal e um momento forte de evangelização do mundo juvenil. Apresenta-se como um convite a uma geração determinada a construir um mundo mais justo e solidário. E, muitos destes jovens, os ‘Gen’ (Geração Nova), do setor juvenil do Movimento dos Focolares se prepararam e estarão na JMJ.  


É o caso da Ana Carmen que tem 18 anos e se considera uma ‘Gen’ desde que nasceu, já que sua família participa do Movimento dos Focolares. “Estou na Paróquia Santa Bernadete há cerca de 5 anos. Somos aproximadamente 90 jovens, de 13 a 19 anos, que nos organizamos para angariar fundos e ir para a JMJ. Há um estamos fazendo atividades como venda de comes e bebes e ‘pedágio’. Conseguimos a verba necessária para que todo o grupo possa ir na JMJ”, contou emocionada e continua: “Será uma honra estar próximo ao Papa e conhecer jovens do mundo inteiro. Estou animada e feliz por participar desse evento, assim como do Genfest”. 


*O que há em comum entre JMJ e Genfest* -  O Genfest nasceu em 1973 na Itália, de um grupo de Jovens que em meio a contestações e divisões, queria provar ao mundo que, o que vale é construir um mundo unido e fraterno. Com a mensagem de Papa Paulo VI: “Contribua para formar uma consciência cada vez mais clara da responsabilidade que o Evangelho comporta na própria vida”. Já no Genfest de 1980, em plena guerra fria, 40 mil jovens ouviram a homilia do Papa João Paulo II: “A alegria que brilha em seus rostos e se expressa em suas canções criaram uma atmosfera íntima e profunda em torno desta celebração eucarística comunhão, o clima característico de uma família reunida em torno do Focolares”, alguns dizem que esse encontro inspirou a JMJ. 


Já a Jornada Mundial da Juventude começou de uma inspiração do Papa João Paulo II em 1985 e se tornou realidade em 1986, sendo que o hino é "Permanece Conosco", da banda musical Gen Rosso (que animou o 1º Genfest). 


*Gen Verde na JMJ* - O Gen Verde, banda internacional feminina do Movimento dos Focolares, está trabalhando para a JMJ e preparou uma música especial para o evento. Segundo Sally McAllister, que integra o Gen Verde, o ‘contexto’ no qual aconteceu o 1º Genfest foi após o momento contracultural dos anos 60 e 70. “Enquanto os jovens se manifestavam e rejeitavam a ausência de valores do passado, e pediam paz, justiça, igualdade para todos, valores em que todos acreditamos, os ‘Gen’ disseram sim, a tudo isso, e colocaram na base da sua vida uma escolha, a de viver esses valores no seu cotidiano”, explicou e enfatizou que “a relevância do Genfest reside no fato de ser um momento de Deus. Um momento em que os ‘Gen’ dizem que Deus é o nosso ideal, e isso, tem impacto em todos os aspectos da nossa vida”, enfatizou.  


A Gen Verde da Irlanda, Sally McAllister contou que, quando foi ao seu 1º Genfest, o seu país estava no meio de uma guerra civil. “Pensei que o terrorismo era a única solução. No Genfest encontrei um ideal que me obrigava a mudar o meu coração, para mudar o mundo. Uma forma mais dispendiosa e segura”, disse, e continuou seu testemunho da transformação, dizendo que participou do Genfest em Roma, Budapeste, Manila, e fez parte da organização do Genfest na Inglaterra. 


Jamaica Lyra, percussionista brasileira do Gen Verde, contou que participou de duas edições do Genfest. “Foi muito forte e impressionante viver a real possibilidade de um mundo unido. Compartilhar aqueles dias com jovens de todo o mundo, que como eu vivem para realizar o ‘que todos sejam um’, fez crescer ainda mais a certeza que vale a pena, e que juntos podemos realizar este sonho. Saber que o próximo Genfest será no Brasil é uma alegria que não cabe no peito. Será uma honra tocar para jovens de todo o mundo. Que nossa arte seja um meio de tocar os corações, e quem sabe mudar a vida de alguém, assim como aconteceu comigo”, confirma. “Esperamos jovens de todo o mundo aqui no Brasil para experimentarem ‘algo’ poderoso e transformador. O Gen Verde estará presente com boa música e mensagens poderosas. Só aproveitar a oportunidade”, concluiu. 


Fotos: Primeiro Genfest em 1973 na Itália/ Arquivo Focolares


Assessoria de Imprensa Genfest 2024 by Agência Gentecom  





Fonte: Vatican News

Indique a um amigo
 

Copyright © 2024 Dehonianos. Todos os direitos reservados.