Dehonianos
Notícias da Igreja
 
O "bispo voador": a Terra é como uma irmã e linda como uma mãe que nos acolhe
Aumentar Fonte +
Diminuir Fonte -
O

"Hoje, ouvindo o grito dos pobres e da terra, a degradação da natureza, dos rios, o crescente desaparecimento da diversidade, o consumo desenfreado de combustíveis fósseis, a destruição das florestas, que estão aumentando as temperaturas e causando secas, ainda há espaço para o louvor?"


Assim se expressou irmã Ruth del Pilar Mora, Filha de Maria Auxiliadora, conselheira geral das missões, durante uma série de encontros online em nível continental para as missionárias salesianas ad gentes e para as coordenadoras provinciais das missões salesianas ad gentes, que teve como tema a Ecologia Integral e que contou com a intervenção missiológico-pastoral "Eu e a Mãe Terra, o Oceano e o Clima" de dom Luciano Capelli, SDB, bispo da Diocese de Gizo das Ilhas Salomão até junho de 2023, e foi compartilhada pelas Filhas de Maria Auxiliadora das Ilhas de Samoa.


"É necessário ajudar os mais poderosos a usar sua consciência. A Igreja deve ajudá-los a entender que devem parar de se comportar como proprietários dos bens da terra, abusando deles", disse o prelado, também conhecido como o "bispo voador", já que, para seguir esta diocese nos confins do mundo, ele começou a viajar em um pequeno ultraleve anfíbio.


Convite à conversão e verdadeira transformação do coração


Partindo de sua experiência pessoal e convidando a uma forte conversão e a uma verdadeira transformação do coração, o bispo Capelli exortou as participantes do encontro a "uma forte mudança cultural e educacional, uma verdadeira mudança de paradigma que torne realidade algo com o qual todos concordem. A Terra é como uma irmã e é linda como uma mãe que nos acolhe em seus braços. Todos nós podemos trabalhar juntos como instrumentos de Deus para curar", insistiu ele.


"É a minha vez, é a sua vez, é a nossa vez, é a vez de todos nós que nos preocupamos com o destino da Criação", foi um dos imperativos da irmã Ruth. "Devemos transformar o nosso estilo de vida, não mais como proprietários que exploram, mas como custódios que cuidam e são responsáveis pelo futuro do Planeta".


Participaram deste encontro online cerca de 350 irmãs Filhas de Maria Auxiliadora de todo o mundo, com a presença de comunidades inteiras que escolheram esta oportunidade para partilhar a sua paixão missionária, o seu sentido de pertença ao Instituto, a sua comunhão com todas as irmãs para olhar juntas o planeta como pátria e a humanidade como pessoas que vivem em uma casa comum, cuidando da natureza, que faz parte da vida. Os católicos no território diocesano de Gizo representam 10%, totalizando 15 mil fiéis.


(Fides)


Fonte: Vatican News

Indique a um amigo
 

Copyright © 2024 Dehonianos. Todos os direitos reservados.