Dehonianos
Notícias da Igreja
 
Óbolo de São Pedro 2022: apoio generoso à Igreja universal e à missão do Papa
Aumentar Fonte +
Diminuir Fonte -
Óbolo de São Pedro 2022: apoio generoso à Igreja universal e à missão do Papa

Vatican News


Em 2022, o Óbolo de São Pedro – o apoio financeiro oferecido pelos fiéis ao Santo Padre – teve uma receita total de 107 milhões de euros (todos os valores são expressos em euros), enquanto as despesas totalizaram 95,5 milhões de euros.


Fiéis católicos de todo o mundo contribuíram para o Óbolo de São Pedro por meio da coleta anual realizada na Solenidade dos Santos Pedro e Paulo, bem como por meio de doações ao longo do ano.


As doações recebidas pelo Óbolo de São Pedro vieram de várias fontes, como dioceses, doadores particulares, ordens religiosas e fundações.


As doações recebidas das dioceses totalizaram 27,4 milhões de euros (63%), seguidas pelas das fundações com 12,6 milhões de euros (29%). Os Estados Unidos da América foram o maior país contribuinte com 11 milhões de euros (25,3%), seguidos pela Coreia (8%), Itália (6,7%), Brasil (3,4%) e Alemanha (3%).


Além das doações, o Óbolo de São Pedro também gerou receita por meio de atividades financeiras, incluindo um ganho de capital significativo com a venda de ativos imobiliários cedidos ao Fundo.


Apoio à Cúria Romana e iniciativas de caridade


 


As contribuições ao Óbolo de São Pedro em 2022 totalizaram € 93,8 milhões, e serviram a dois propósitos principais: apoio às atividades dos Dicastérios, Entidades e Organismos da Santa Sé e promoção de “iniciativas de caridade para os necessitados”.


Do total das contribuições, 77,6 milhões de euros foram destinados a apoiar as atividades promovidas pela Santa Sé no cumprimento da Missão Apostólica do Santo Padre, enquanto 16,2 milhões de euros foram destinados a projetos de assistência direta aos mais vulneráveis.


Os projetos de assistência direta financiados pelo Óbolo de São Pedro em 2022 apoiaram várias causas, incluindo ajuda a pessoas e famílias necessitadas, migrantes e refugiados, dioceses, paróquias, institutos religiosos e populações afetadas por calamidades naturais ou guerras.


Sustentando pessoas necessitadas


 


O Papa Francisco, por meio dos Dicastérios da Santa Sé, doou 36 milhões de euros para esses projetos, sendo 16,2 milhões de euros financiados pelo Óbolo de São Pedro.


Os projetos foram distribuídos por 72 países diferentes, tendo os países africanos recebido a maior parcela (34%) em termos do montante de fundos destinados a vários projetos.


Os projetos financiados pelo Óbolo de São Pedro  foram categorizados em projetos sociais, apoio à presença evangelizadora de Igrejas locais carentes e expansão e preservação da presença evangelizadora em novas Igrejas locais.


Exemplos desses projetos incluem apoio a populações afetadas pela guerra na Ucrânia, ajuda a populações afetadas por enchentes, iniciativas de saúde, projetos educacionais e construção e reforma de igrejas e edifícios.


Promover a Missão Apostólica do Papa


 


As contribuições dos fiéis ao Óbolo de Pedro também sustentam a Missão Apostólica do Santo Padre, que inclui atividades como o anúncio do Evangelho, promoção do desenvolvimento humano, formação de sacerdotes, esforços diplomáticos pela paz e promoção da fraternidade entre os povos.


Em 2022, o Óbolo de São Pedro contribuiu com 77,6 milhões de euros para os 70 Dicastérios e entidades agrupadas no "Grupo da Missão Apostólica", cobrindo assim 20% das despesas totais dessas entidades.


Essas entidades servem a vários propósitos, incluindo apoio a Igrejas locais em dificuldade, evangelização, difusão de mensagens, serviço de caridade, nunciaturas apostólicas e muito mais.


Aproximar-se dos outros para oferecer conforto


 


O Relatório Anual de Divulgação 2022 para o Óbolo de São Pedro concluiu com uma citação do Papa Francisco, em uma Audiência Geral em 29 de outubro de 2014.


“A Igreja somos todos nós! Todos os baptizados somos a Igreja, a Igreja de Jesus! Todos aqueles que seguem o Senhor Jesus e que, no seu nome, se fazem próximos dos últimos e dos sofredores, procurando oferecer um pouco de alívio, de conforto e de paz”.



Fonte: Vatican News

Indique a um amigo
 

Copyright © 2024 Dehonianos. Todos os direitos reservados.