Dehonianos
Notícias da Província
 
04.Mai - 70 ANOS DA BÊNÇÃO DA PEDRA FUNDAMENTAL DA IGREJA MATRIZ SÃO JOSÉ DE CORUPÁ
Aumentar Fonte +
Diminuir Fonte -
70 ANOS DA BÊNÇÃO DA PEDRA FUNDAMENTAL DA IGREJA MATRIZ SÃO JOSÉ DE CORUPÁ

Na data de 4 de maio de 2022, recorda-se um fato importante para a comunidade católica de Corupá: trata-se dos 70 anos da bênção da Pedra Fundamental da nova e atual Igreja Matriz São José, ocorrida em 4 de maio de 1952. O idealizador e construtor de toda a obra foi o Padre Vicente Schmitz, SCJ, que durante 26 anos atuou pastoralmente na comunidade.


A antiga Capela São José, de Hansa-Humboldt (hoje Corupá), situada nas imediações da atual Igreja Matriz, foi iniciada em 1916 e concluída em 1919, pertencendo à Paróquia Santa Emília (mais tarde São Sebastião), do então Distrito de Jaraguá. Na data de 19 de março de 1928, Padre Vicente Schmitz, SCJ, assumiu os cuidados pastorais da Capela São José, elevando-a ao título de Curato. A Paróquia São José foi criada na data de 14 de janeiro de 1935.


Padre Vicente Schmitz, no primeiro período de seu pastoreio em Hansa-Humboldt (Corupá), atuou de 1928 até 1939, quando foi transferido para Brusque (SC); retornando a Corupá no ano de 1949. Observou que o espaço físico da antiga Igreja Matriz se tornava pequeno. Por isso, seu primeiro propósito foi a construção da nova e atual Igreja Matriz São José.  


   No 1º Livro do Tombo da Paróquia São José, na página 23, encontram-se as seguintes informações: “No dia onze de dezembro de 1949, convoquei uma reunião (...) para decidirmos, se vamos começar a construção da nova Matriz. (...) Por unanimidade, ficou resolvido começarmos o quanto antes com os fundamentos (...). Circularão listas para quaisquer auxílios. Vamos organizar festas, etc.”


   Finalmente, em maio de 1952, foi lançada a Pedra Fundamental da edificação. Eis o termo, registrado pelo próprio Padre Vicente, no 1º Livro do Tombo da Paróquia São José, na página 34: “Bênção da Pedra Fundamental da nova Matriz de Corupá. No dia 04 de maio de 1952, Sua Exciª. Revmª. Dom Pio de Freitas, Bispo Diocesano, benzeu a Pedra Fundamental da nova Matriz. Houve Missa solene com assistência de Sua Exciª. Em seguida, fez-se a chamada ‘batida da pedra’ (...). Iniciamos esta obra; não ignoramos as dificuldades e os grandes sacrifícios que teremos de fazer. Confiamos, porém, na proteção de São José, padroeiro da nossa Igreja.”


O zeloso Padre Vicente Schmitz levou a termo as obras de edificação. Em abril de 1965 retornou à Alemanha, sua terra natal, vindo a falecer no dia 15 de maio de 1971.


   Em 2022, passaram-se exatos 70 anos da memorável data: 4 de maio de 1952. Aí está a bela Igreja Matriz São José, fruto da dedicação e zelo de tantos que, abnegadamente, ajudaram e continuam a ajudar a construir esta história.  


Fonte: Arquivo Provincial Padre Lux (APPAL)

Indique a um amigo
 

Copyright © 2022 Dehonianos. Todos os direitos reservados.